Top Gear ganha processo à Tesla

Publicado em 21 de Outubro de 2011 |

O processo de difamação que a Tesla instaurou ao programa Top Gear não está a correr bem. Um tribunal britânico declarou que o popular programa de televisão não cometeu difamação.

Embora tenha sido uma forma de divulgar o desportivo eléctrico perante milhares de espectadores, o programa também denegria a imagem do desportivo. Aparentemente houve encenação como em todos os programas da série e o Tesla Roadster apenas tinha podido percorrer 90km com cada carga, o que é muito diferente dos 330km declarados nas características técnicas do carro. No artigo publicado na altura, fazemos referencia a mais detalhes sobre este assunto.

Apesar da vitória parcial, o programa Top Gear enfrenta aina outras declarações como as declarações falsas, nomeadamente sobre o facto de ter sobreaquecido o motor e dos travões terem perdido a eficácia.

4 Responses to Top Gear ganha processo à Tesla

  1. PAULO JORGE MOURA_31 says:
    O carro é lindo
  2. CJ-BH says:
    Top Gear é um excelente programa justamente por expor a verdade sibre carros!
    Teve um episódio em que eles testaram um Aston Martin e disseram: “Pelo preço que custa este carro, ele deveria ser muito melhor, mas é uma ‘bosta'” – usaram esta palavra mesmo!
    Aí fizeram uma lista de carros concorrentes muito melhores que o Aston Martin e mais baratos também!
    Por fim na terceira parte sobre o carro, eles disseram: “Os fabricantes do Aston Martin sabem disto!”, “É por isso que relançaram o carro agora com um motor de verdade!”
    Isto é que é programa bom!
    Não mostra apenas o lado bom dos carros, como o Auto Esporte, da Globo.
  3. Mario says:
    Apenas por alegarem perda de eficacia dos freios, ja mostra a vontade de denegrir o carro, visto que são freios comuns usados em carros a combustão.

    “Esperando o resultado do processo do Leaf”

  4. SAbres says:
    Este programa To Gear é ridicularmente patrocinado pelas grandes montadoras e por corporações diretamente ligadas a indústria petrolífera. Em nenhum programa irão mensionar o quanto de carbono cada super carro testado emite e colabora para o aquecimento global. Se deram mal com a Nissan que colocou secretamente sensores num Leaf elétrico sedido ao programa que tentaou fazer a mesma difamação e os sensores e monitoramento via satélite denunciaram até que o Top Gear não fez o roteiro que tinha divulgado. Os produtores do Top Gear e seu programa não possui ética e nem um pingo de preocupação com a qualidade de vida do planeta e são promotores da destruidora indústria do petróleo.
    Carro elétrico é uma necessidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *