THINK City

Publicado em 11 de Janeiro de 2010 |

O Think City é um carro eléctrico de 2 lugares com zero emissões locais e com uma eficiência de cerca de 3 vezes a de um veículo de combustão interna. É um carro feito a pensar no meio ambiente e que pode ter uma autonomia até 180km/h com uma carga e atingir uma velocidade máxima de 100km/h.

Este carro é desenvolvido pelo fabricante da Norueguês Think, que esteve quase a terminar actividade no ano passado. No entanto o fabricante teve uma injecção de capital que lhe permitiu mudar de estratégia e assim conseguir produzir este modelo.

O Think City terá uma fábrica localizada nos Estados Unidos da America, no estado de Indiana para poder entrar facilmente nesse mercado. A capacidade desta fábrica será de cerca de 20.000 veículos por ano. A localização foi escolhida pela proximidade de um parceiro para baterias eléctricas – EnerDel, e pelos incentivos oferecidos pelo governo e pelo estado.

Na Europa, a produção do Think City está já em curso na Finlândia, a cargo de um parceiro, a Valmet Automotive, que já monta modelos para a Porsche, como o Boxster ou Cayman. As vendas já se iniciaram, mas só em alguns mercados seleccionados, como a Áustria, Dinamarca, Holanda, Noruega, Suécia e Espanha. Estas vendas foram feitas todas para frotas municipais e para empresas públicas com o apoio dos vários estados à introdução dos veículos eléctricos.

Uma das particularidades do Think City é o facto de ter sido projectado para usar uma variedade de sistemas e tecnologias nas baterias. As baterias estão localizadas por baixo dos acentos, dando uma boa distribuição de pesos entre eixos e proporcionando um baixo centro de gravidade.

O Think City tem dois modos de utilização o Standard e o Economy. Este último reduz a potência em aceleração e utiliza a travagem regenerativa para aumentar a autonomia.

think-city-2

No entanto ainda só estão disponíveis dois sistemas distintos de baterias actualmente. Está disponível a tecnologia de iões de lítio ou de sódio.

As baterias de sódio possuem uma densidade de energia maior e proporcionam uma autonomia maior independentemente da temperatura do ar. Esta bateria é fabricada com o recurso a materiais amigos do ambiente. Os materiais activos nas baterias são o Sódio e o Níquel, que se encontram isolados num contentor isolado e no vácuo. A temperatura de utilização em funcionamento das baterias oscila entre os 260 e 360 graus. Esta tecnologia é melhor para utilizadores regulares e com um tipo de utilização muito frequente segundo a Think.

Um dos modelos que está previsto pela Think é que esta empresa seja proprietária das baterias e seja responsável pela sua performance. Assim, o cliente apenas pagaria uma mensalidade que incluiria a manutenção das mesmas, e em alguns países este sistema pode ainda incluir todos os custos de electricidade e ainda um seguro. Desta forma os clientes teriam que se preocupar apenas pela utilização do carro, num formato tipo renting, em que a Think inclusivamente trocaria as baterias no caso de ser necessário durante o tempo de vida do carro. Outra curiosidade é que os painéis da carroçaria são fabricados de forma a poderem ser praticamente indestrutíveis, resistentes à ferrugem e outros agentes.

Também existe já um histórico em que a empresa assegura que o valor do carro em segunda mão não desvaloriza muito.

O carro pretende ser prático, fácil de conduzir e barato. Há indicações que por ex nos Estados Unidos o preço poderá rondar os $20.000 mais uma mensalidade de $90 para o leasing da bateria. Não há contudo ainda referência à sua comercialização em Portugal.

6 Responses to THINK City

  1. Vitor Santos says:
    Má opção. 20000€ mais 90€ por mês. Toda a vida? Mau negócio. Negócio da china para a Think. Vejam o Tesla S. 30000€, 7 lugares, autonomia de 450 Km. Isso sim é carro. A Think quer comer tudo e não deixar nada.
  2. Tiago Pereira says:
    Tesla S. por 30000€ ?? Tem de me dizer onde se compra a esse preco….
    Porque o preco anunciado é mais um bocadinho: 44000€ e a autonomia é menor: 250km…

    Pelo mesmo preco compro quase 3 Thinks!
    Atencão que estes carros já rolam nas estradas há vários anos, é uma tecnologia mais do que testada!

  3. Gustavo Mota says:
    Já tive a oportunidade de conduzir um Think de aluguer na Noruega!

    A primeira impressão é o grande arranque! Impressionante para um carro tão pequeno.

    Fácil de estacionar e de carregar as baterias.
    O preco precisa de ser melhorado mas mesmo assim, com os incentivos, faz-me pensar duas vezes.
    Como carro de cidade pareceu-me a opcão ideal.

  4. VEpt says:
    Gustavo, obrigado pelo feedback.
  5. Um veículo extremamente necessário aos brasileiros, mas que jamais chegará ao povo.
  6. think Pt says:
    Procurem em thinkcity.pt para oportunidades de aquisição deste veiculo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *