Renault-Nissan e a sociedade projecto Better Place preparam o primeiro lançamento em larga escala de veículos eléctricos

Publicado em 23 de Janeiro de 2009 |

Um protocolo de acordo foi assinado em Jerusalém para uma primeira aplicação no mercado israelita.
A Aliança Renault-Nissan e a Sociedade Projecto Better Place criam as condições para aumentar a representatividade dos veículos eléctricos no mercado israelita com o objectivo de reduzir de forma significativa as emissões de CO2 e de partículas.

A solução proposta é a resposta ao desafio que o governo israelita lançou à indústria automóvel e aos seus fornecedores para fazer evoluir as infra-estruturas de transporte do país, no sentido das energias renováveis.

É a primeira vez, na história, que devido à parceria entre a Aliança Renault-Nissan e a sociedade Projecto Better Place em Israel, são reunidas todas as condições necessárias para o sucesso da comercialização em larga escala de veículos eléctricos.

O governo Israelita ajudará os potenciais clientes por intermédio de incentivos fiscais, a Renault fornecerá os veículos eléctricos e a Projecto Better Place construirá uma rede de carregamento de baterias no território nacional. Os veículos eléctricos serão colocados no mercado em 2011.

  • Veículos 100% eléctricos: todas as funções dos veículos da Renault utilizarão apenas a electricidade. O objectivo de zero emissões será atingido oferecendo, ao mesmo tempo, performances idênticas às de um veículo equipado com um motor de 1.6l a gasolina. Os veículos eléctricos da Renault serão equipados de baterias de ião-lítio com uma autonomia e longevidade acrescidas.
  • Um modelo económico inovador: pela primeira vez, a propriedade do veículo e das baterias está dissociada. Os consumidores adquirirão o seu veículo e irão subscrever um aluguer para a alimentação de energia que incluirá a utilização da bateria facturada por cada quilómetro percorrido. Este esquema é análogo ao existente nos telemóveis.
  • Custo de utilização competitivo: o governo israelita prolongou recentemente, até 2019, um benefício fiscal para a aquisição de todos os veículos “zero emissões”. Tendo em conta que o custo da electricidade é menor que o das energias fósseis e que o automóvel tem uma garantia para todo o ciclo de vida, o custo total de utilização para o cliente será, considerando o ciclo completo de vida do automóvel, sensivelmente inferior ao de um automóvel de motor térmico.
  • A infra-estrutura da rede de carregamento: a sociedade Projecto Better Place, cuja sede se situa na Califórnia, tem a intenção de construir uma vasta rede de locais de carregamento de baterias. A autonomia deixará de ser assim um obstáculo já que será possível carregar o automóvel em qualquer um dos 500.000 locais que serão implantados em Israel. Um sistema informático dentro do automóvel indicará ao condutor a quantidade de electricidade disponível e qual o local de carregamento mais próximo. A Nissan, através de uma filial comum com a NEC, concebeu uma bateria que responde às necessidades de um automóvel eléctrico e assegurará a fabricação em larga escala. A Renault está a desenvolver “baterias substituíveis” para assegurar a permanente mobilidade. O conjunto deste dispositivo será submetido a uma série de testes já a partir deste ano.
  • O mercado ideal: em Israel, onde 90% dos automobilistas percorrem menos de 70 km por dia e onde a distância entre os principais centros urbanos não ultrapassa os 150 km, o automóvel eléctrico poderá ser o meio de transporte ideal e poderá responder à maior parte das necessidades da população em matéria de transportes.

Esta iniciativa, através da parceria com a Sociedade Projecto Better Place, representa a primeira ilustração concreta do compromisso da Aliança de comercializar, em grande escala, automóveis zero emissões

Projecto Better Place
A Projecto Better Place é uma sociedade de capital de risco que tem como objectivo reduzir a dependência mundial do petróleo através da criação de infra-estruturas de transporte para veículos eléctricos, concebidos em função das necessidades do mercado de forma a oferecer aos consumidores um meio de transporte alternativo que seja, simultaneamente mais limpo e compatível com os imperativos do desenvolvimento sustentado. Criada em Outubro de 2007, a Projecto Better Place construirá a primeira rede de carregamento de veículos eléctricos em Israel e prevê implementar esta infra-estrutura em vários países a partir de 2010.

Aliança Renault-Nissan
A Aliança Renault-Nissan, criada em 1999, vendeu 6 163 000 (estimativa) automóveis em 2007.
A Sociedade Moses Carasso & Sons importa os automóveis Renault e Nissan para Israel desde 1948.

Renault Corporate
O Grupo Renault realizou um volume de negócios de 41 568 milhões de € em 2006. O Grupo está presente em 118 países, vende os seus automóveis através das marcas Renault, Dacia e Samsung, e possui 129 000 colaboradores em todo o mundo.

Nissan Corporate
A Nissan Motor Company realizou um volume de negócios de 10 468 milhares de milhões de yenes em 2006. A Nissan está presente em todos os principais mercados automóveis no mundo com as marcas Nissan e Infiniti. A Nissan possui mais de 180.000 colaboradores em todo o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *