Política energética do Governo

Publicado em 24 de Outubro de 2009 |

O presidente da EDP, António Mexia, mostrou-se hoje tranquilo com as novas opções de Governo de José Sócrates, sublinhando que em matéria de política energética o novo Governo é como “um carro eléctrico, que tem autonomia suficiente”.

“Aquilo que foi o trabalho feito nos últimos anos, a nível da água, do vento, da mobilidade eléctrica, está lançado. É [como] um carro eléctrico, que tem autonomia suficiente”, afirmou António Mexia, à margem do Dia do Cliente da EDP, iniciativa promovida pelo grupo no Lagoas Park, em Oeiras, para analisar a área de comercialização da companhia.

António Mexia escusou-se a comentar em particular a escolha de Vieira da Silva como novo ministro da Economia e evitou compará-lo a Manuel Pinho, que como titular dessa pasta teve as energias renováveis como uma das apostas principais. O presidente da EDP preferiu sublinhar que “Portugal tem dado uma resposta muito competitiva à crise”.

O programa de Governo do Partido Socialista (PS) para esta legislatura mantém uma aposta forte nas energias renováveis e na eficiência energética, renovando várias metas de incorporação de fontes de energia limpa no consumo nacional e afirmando a mobilidade por via dos carros eléctricos como um dos objectivos-chave.

A EDP é um ‘player’ com interesse na matéria, tendo assinado acordos com o Governo e duas dezenas de municípios para a promoção da mobilidade eléctrica e criação de uma rede de pontos de abastecimento no País para carros eléctricos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *