Peugeot iOn

Publicado em 8 de Setembro de 2009 |

A Peugeot anunciou que a sua versão do Mitsubishi i-MiEV que estará no mercado em 2010 se chamará iOn. O novo iOn, que como o nome sugere usará baterias de iões de lítion, dá seguimento ao conceito de carro eléctrico criado pela Peugeot em 1994. Para este novo modelo, que está no mercado no próximo ano, a Peugeot indica que estará disponível simultaneamente para frotas e para o consumidor final.

Ainda não foram anunciados preços, embora os subsídios dos vários países Europeus, entre os quais Portugal, irão contribuir para uma baixa do preço. O i-MiEV que iniciou a produção no Japão tem um custo estimado (antes de incentivos) em $47000.

Como quase todos os modelos de veículos eléctricos anunciados recentemente, será apresentado na próxima semana no Salão de Frankfurt. A Mitsubishi, e consequentemente o Peugeot e o Citroen derivados deste modelo, anunciam uma autonomia de 160km para as normas Japonesas, embora a Peugeot se tenha mostrado mais conservadora para já, deixando 130km como o valor de referência.

A Peugeot que reclama para si pioneirismo com os veículos Zero-emissões, com o Peugeot 106 produzido entre 1995 e 2003, pretende assim continuar um dos players principais no mercado dos veículos eléctricos.

O Peugeot iOn tem na cidade o seu palco principal de utilização. Possui 4 portas e 4 lugares. O cumprimento do carro é de 3,48m e desenvolverá uma potencia máxima de 47kw ou 64cv. O binário é de 180Nm, oferecendo assim performances interessantes. Ao nível do carregamento das baterias, estas poderão ser recarregadas até 80% da carga em 30 minutos numa tomada de 220v graças ao seu método de carregamento rápido.

O carro permitirá um nível de conforto e performances aceitável, ao mesmo tempo que não emite qualquer tipo de emissões para o ambiente. No interior estarão disponíveis algumas tecnologias interessantes como a “localized communication unit” que permite comunicações constantes com um sistema central, permitindo a transferência, não só de informação de baterias, distancia percorrida, etc como também activar automaticamente uma chamada de emergência em caso de acidente.

peugeot-ion

Este não é o único veículo da estratégia da Peugeot para redução da dependência dos combustíveis fósseis. Outros projectos como o Peugeot 3008 Hybrid4 e algumas motorizações que recorrem ao motor HDi FAP complementam a oferta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *