Nissan LEAF 30kWh, agora já é possível ir de Lisboa ao Porto e regressar…por autoestrada

Publicado em 26 de Abril de 2016 |

Ao volante do novo Nissan LEAF 30kWh, as duas maiores cidades do país estão agora à distância de… um carregamento rápido! E, não, não se trata de uma estimativa com base nos números de autonomia. Trata-se de uma conclusão com base numa experiência real, que pode ser realizada por qualquer proprietário ou futuro cliente do modelo zero emissões da Nissan dotado da nova bateria de 30kWh.

A autonomia passa assim, também, a ser um dos grandes trunfos do Nissan LEAF, que se torna no primeiro (e único) veículo 100% elétrico acessível capaz de realizar esta viagem, parando uma única vez para uma carga rápida.

nissan leaf 35kwh

Imagine um dia profissional como muitos outros… Está em Lisboa e tem agendada uma reunião no Porto (ou vice-versa). Partiu de manhã e meteu-se a caminho pela A1. Pelo meio fez uma paragem para “reabastecer” e tomar um café. Uma vez no destino teve a reunião e, enquanto o encontro decorreu, o “reabastecimento” esteve a ser processado. Quando chegou a hora de regressar, voltou a tomar a A1. Nova paragem para descanso com “reabastecimento” e, ao final da tarde, chegou a Lisboa (ou ao Porto).

No fundo, uma viagem igual a tantas outras, mas esta com especificidades muito próprias – a redundância não é inocente! Uma viagem sem gasto de combustíveis fósseis. Uma viagem 100% amiga do ambiente. Ou seja, uma viagem zero emissões! Uma viagem ao volante do novo Nissan LEAF 30kWh.

nissan leaf 35kwh

Graças aos progressos tecnológicos da nova bateria de 30kWh desenvolvida pela Nissan, o automóvel elétrico mais vendido no mundo, o Nissan LEAF, torna-se uma solução cada vez mais racional (também) para percursos fora das cidades.

Exemplo disso mesmo, a viagem de ida e volta, por autoestrada, entre as duas maiores cidades do país. A única condição é realizar um carregamento rápido na Estação de Serviço da GALP em Pombal. Quem preferir optar por um ritmo mais elevado, pode sempre recorrer a um curto carregamento rápido na Estação de Serviço GALP de Aveiras. Mas, a verdade é que, com o Nissan LEAF 30kWh, que reivindica uma autonomia de 250 quilómetros (ciclo NEDC), passou a ser possível realizar a viagem entre Lisboa e Porto, ou Porto e Lisboa, num veículo elétrico acessível.

nissan leaf 35kwh

São mais de 600 quilómetros percorridos, com uma única paragem em cada sentido, a uma velocidade entre os 95 e os 105 km/h e utilizando o perfil de itinerário mais penalizante para o automóvel elétrico, a autoestrada, onde praticamente não existe regeneração de energia para recarregar a bateria.

Pelas características intrínsecas, pelo conceito inovador que interpreta, pela extraordinária fiabilidade (o Nissan LEAF regista 93% de satisfação dos clientes), pelos reduzidos consumos (cerca de 1,5 euros por 100 km*), mas também pela capacidade que tem tido em evoluir, o Nissan LEAF revela-se a opção racional para um cada vez maior número de automobilistas, nas cidades, mas cada vez mais também fora delas…

nissan leaf 35kwh

Hoje, mais de 220.000 clientes em todo o mundo já optaram pelo Nissan LEAF, dos quais 519 em Portugal, onde o pioneiro dos veículos 100% elétricos comercializado em massa também é líder destacado do segmento. Entre Janeiro e Março deste ano venderam-se 88 Nissan LEAF, a que corresponde uma quota de mercado de 55,7%.

O Nissan LEAF está disponível em Portugal a partir de 21.000 euros com bateria de 24 kWh e de 26.800 euros com a bateria de 30 kWh (incluindo campanha, mas sem considerar o incentivo ao abate do Governo, no valor de 2.250 euros).

2 Responses to Nissan LEAF 30kWh, agora já é possível ir de Lisboa ao Porto e regressar…por autoestrada

  1. Gilberto says:
    Quanto tempo demorou cada um dos 3 “reabastecimentos” nessa “experiência real” ?
  2. filipe lopes says:
    Este é o caminho a seguir. Cada vez mais os carros eléctricos serão o futuro. As autonomias são cada vez maiores, dando para fazer viagens maiores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *