IAA 2011: Smart ED

Publicado em 13 de Setembro de 2011 |

Os problemas com o Smart ED foram ultrapassados com o anúncio da 3ª geração do modelo. O carro era lento, tinha uma autonomia mediana, demorava muito tempo a carregar e era muito caro, mesmo através da opção leasing.
A Smart resolveu alguns destes problemas e melhorou ainda outros aspectos do carro, tendo sido agora apresentado oficialmente em Frankfurt.

No último artigo que falamos do Smart, referimos que o preço era sem dúvida um dos factores fundamentais, que tornariam ou não o Smart ED uma alternativa, mesmo às restantes motorizações do Smart.

Agora em Frankfurt, foi anunciado que o preço do Smart ED em alguns mercados será de 16000€, antes de impostos (não inclui IVA ) e de incentivos. Não se sabe ainda que preço terá em Portugal. De qualquer das formas é uma descida face ao preço da geração anterior. Mesmo com o leasing, havia a referência de $599 por mês, e agora é anunciado com uma mensalidade de 60€+IVA para alguns países. O Smart também passa a estar disponível em 30 países, quando anteriormente marcava presença em apenas 18.

Sendo isto verdade, a opção leasing será certamente muito atractiva para o nosso mercado, no entanto o melhor é aguardarmos pelo anúncio oficial.

Conduzimos a anterior geração do Smart ED e era bastante agradável em condução citadina. No entanto esta supera a anterior em vários aspectos. O novo motor Bosch de 74 cavalos permitem ultrapassar a barreira dos 120km/h e acelerar dos 0 aos 50km/h em 5 segundos dos 0 aos 100km/h em menos de 13 segundos. As baterias têm também uma maior capacidade, 17,6kWh (anterior era de 16,5kWh) e permitem ao Smart fortwo eléctrico percorrer cerca de 140 quilómetros sem nenhuma recarga, o que corresponde a mais 25 quilómetros de autonomia em relação à anterior geração. A anterior geração usava baterias fornecidas pela Tesla Motors. A nova geração usa baterias da Deutche Accumotive. O carregamento é agora também mais rápido.

A nova geração do Smart ED recebe também as opticas com DRL de LEDs que foi aplicada recentemente à restante gama Smart. Também está disponível um kit para o iPhone de forma a que os utilizadores possam usar a aplicação para Smartphone.

Resta assim aguardar por certezas em relação ao preço para saber se esta poderá ser uma boa alternativa às existentes actualmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *