IAA 2011: Continental aposta nos Motores Elétricos

Publicado em 19 de Setembro de 2011 |

O Grupo Continental vê a tendência para desenvolvimentos no ramo automóvel, como uma oportunidade para um crescimento rentável a longo prazo. “A capacidade inovadora da Continental permite-lhe ter um papel activo na determinação das megatendências da indústria automóvel. A empresa pode, assim, gozar de uma rentabilidade sustentada e crescer a um ritmo mais rápido que a média nos mercados emergentes. As inovações desta empresa garantem eficiência e alta qualidade ao mesmo tempo que salvaguardam o nosso futuro enquanto principal fornecedor automóvel internacional.” declarou o presidente da Continental, Dr. Elmar Degenhart, durante a conferência de imprensa do fornecedor automóvel internacional da IAA em Frankfurt na passada terça-feira.

A Continental está na vanguarda da e-mobilidade: a Continental é o primeiro fornecedor automóvel do mundo a construir uma máquina síncrona extremamente eficiente para veículos totalmente eléctricos sem um único material raro. A elevada capacidade de produção está a iniciar-se mesmo a tempo para a IAA. Este passo equipará a frota de veículos eléctricos da Renault. Só para este produto, a Continental investiu 12 milhões de euros na fábrica situada em Gifhorn, no estado do norte da Alemanha, na Baixa Saxónia. A capacidade de produção anual inicial rondava os 60.000 motores eléctricos. Porém, este número subirá para 75.000 motores por ano a partir de 2012.

Carros “Low Cost” na Megatendência – Mobilidade Individual Possível no Mundo Inteiro
Os peritos calculam que os carros “low cost” permitirão o crescimento da produção em aproximadamente 20 por cento, proporcionalmente ao crescimento do mercado global. “Os carros low cost ” não são veículos de qualidade inferior equipados com os componentes mais rudimentares. São, pelo contrário, carros com preços acessíveis para os clientes. São carros minimalistas e adaptados a um mercado específico. As funções baseiam-se nas últimas tecnologias e são especificamente orientadas para determinados clientes e regiões”, referiu Degenhart. Para a Continental, o termo “low cost”, refere-se principalmente a veículos pertencentes aos segmentos de custo, orçamento e carros minis extremamente baixos.

Os produtos económicos e escalonáveis, localmente desenvolvidos para carros acessíveis, incluem, por exemplo, a unidade de controlo do airbag SPEED, a unidade de controlo do motor EASY-U e o Controlador de Funções Básicas para variadas características de conforto. Os argumentos convincentes a seu favor são uma gama funcional escalonável, a rentabilidade e uma estrutura robusta. Os fabricantes automóveis prestam homenagem a este feito com um total de quase 70 encomendas de produção para os referidos produtos.

Tendência Especial eMobilidade
A Continental oferece um amplo leque de produtos para a eMobilidade segura, eficiente e confortável. Além disso, também temos uma rede mundial de aproximadamente 1.600 especialistas em sistemas de bateria e tecnologia powertrain eléctrica, travagem regenerativa, pneus com resistência ao rolamento optimizados e aplicações interiores. A empresa recebe numerosas encomendas em série, que a farão testar as suas capacidades no período entre 2009 e 2013: aproximadamente 90 projectos em série com 17 fabricantes de todo o mundo, que envolvem componentes para veículos eléctricos e híbridos. Estes incluem componentes fundamentais, como, por exemplo, motores eléctricos, componentes electrónicos de potência, tecnologia da bateria, instrumentação, telemática, sistemas de travagem regenerativos, sistemas de sensor e componentes para uma carga segura. Cerca de 60 por cento destes projectos são para componentes e sistemas para eVeículos. Grande parte dos mesmos é desenvolvida e produzida na Europa; alguns produtos para encomendas são fabricados na Ásia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *