Carros eléctricos na Dinamarca

Publicado em 23 de Outubro de 2011 |

Na última semana tive a oportunidade de passar uns dias na Dinamarca e constatar que realmente o país está mais preparado que outros para que os carros eléctricos tenham sucesso mais rapidamente.

Visualmente e ecologicamente a Dinamarca é verde. Décadas atrás a Dinamarca reconheceu a necessidade de proteger o ambiente e promover o desenvolvimento sustentável. Isso deu ao país uma liderança em assuntos como energias renováveis, eficiência energética, tratamento de águas residuais e gestão dos lixos. O país tem várias empresas que dominam no âmbito das tecnologias sustentáveis e o país exporta mesmo essas tecnologias.

Copenhaga tem sido repetidamente reconhecida como uma das cidades com melhor qualidade de vida do mundo. É também uma das cidades mais ecológicas do mundo e cerca de 40% das pessoas utilizam diariamente a bicicleta para se movimentarem dentro da cidade. É uma das cidades com maior número de ciclistas e essa percentagem tende a aumentar. A cidade possui uma infra-estrutura de transportes moderna ao melhor nível do que se pode ver na Europa e mesmo assim o governo continua a investir na construção e manutenção das vias para as bicicletas. As questões da mobilidade estão sempre na ordem do dia.

A Dinamarca é também um dos países com maior nível de riqueza do mundo, um dos lugares onde as pessoas são mais felizes e que goza de um nível de saúde, assistência social e educação fora de série. As pessoas preocupam-se na sua grande maioria com a ecologia e sustentabilidade e possuem um alto poder de compra.

A Dinamarca foi também um dos primeiros países a implementar iniciativas para promover os carros eléctricos, de forma também a reduzir a dependência do petróleo e limitar a emissão de gases de efeito de estufa. O país tem cerca de 5,5 milhões de habitantes, 85% dos quais vivem em centros urbanos. Em média, cada dinamarquês viaja menos de 50km diariamente e o país é praticamente plano o que facilita a introdução dos carros eléctricos.

Copenhaga começou a incluir os carros eléctricos na frota municipal em Maio de 2009. O Governo Dinamarquês começou a promover os carros eléctricos atribuindo subsídios, com incentivos fiscais e também com a implementação de vários projectos ambientais.

Para reduzirem os preços dos carros eléctricos, o Governo Dinamarquês excluiu-os de impostos até 2012 e existem planos para estender esse prazo até 2015. Os impostos são cerca de metade do preço de um carro mas muitas outras taxas são impostas aos possuidores de carros como taxas de circulação, custos de estacionamento, etc. As reduções podem ir assim até cerca de 60% do custo de um carro, fazendo com que muitos fabricantes tenham escolhido o país para introduzirem os primeiros carros eléctricos.

O país é também o maior produtor do mundo de energia eólica e a utilização dos carros eléctricos vai permitir uma utilização eficiente dos excedentes de energia gerados durante a noite. Há assim um grande interesse em poder usar a rede eléctrica, através dos carros eléctricos para o consumo da energia proveniente de fontes renováveis.

É conhecida também a parceria do governo Dinamarquês com a Better Place, para a construção de uma infra-estrutura à escala nacional para o carregamento/troca de baterias dos carros eléctricos.

ChoosEV é o operador de mobilidade eléctrica líder na Dinamarca. É propriedade das empresas de energia SE e SEAS-NVE, assim como pela empresa de aluguer de carros Sixt. A missão da empresa é fazer com que as pessoas optem pela utilização dos veículos eléctricos, tanto ao nível individual como das empresas.

A ChoosEV disponibiliza o aluguer de vários tipos de carros eléctricos, assim como uma rede de carregamento para os mesmos, tendo criado para isso uma rede nacional, composta por pontos públicos localizados junto a centros comerciais, aeroportos, hotéis, etc. É precisamente um destes pontos, junto a um hotel, que mostro nas fotografias aqui publicadas.

Um dos carros que não é normal ver é o Citroen C1 ev’ie, que nunca tinha visto, mas que foi já anteriormente referido, por ter sido também um dos primeiros a circular em Inglaterra e que é produzido precisamente na Dinamarca.

Estudos mostram que cerca de 40% das pessoas mostram-se interessadas em comprar um carro eléctrico. 70% mostram interesse em experimentar um. Com o alto poder de compra, o interesse na ecologia e na sustentabilidade, faz assim com que a compra de um carro eléctrico seja uma decisão mais fácil para o povo Dinamarquês.

Comparando com Portugal, certamente que há muitas e consideráveis diferenças, principalmente quanto ao poder de compra, mas os critérios para a compra de um eléctrico têm pesos diferentes.

4 Responses to Carros eléctricos na Dinamarca

  1. CARLOS ALBERTO SOARES says:
    ESSA IDEIA TEM QUE VIR LOGO PARA O BRASIL
  2. Saulo says:
    Boa noite! achei muito interessante a matéria aqui divulgada, e por coincidência estou fazendo um trabalho escolar sobre os veículos em circulação na Dinamarca, pergunto, você poderia me passar mais informações relativas ao tema, se possível ficarei muito grato. Desde já, obrigado.
  3. Era muito bom se todos os países começassem a pensar como a Dinamarca. Trabalhávamos todos para o nosso bem e para o bem do planeta.
  4. tania rita says:
    e maravilhoso saber q. existem países preocupados com o meio ambiente, e mais importante ainda , já tomaram iniciativa para por em prática suas ideias.Parabéns dinamarqueses voces são exempos para toda humanidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *