Audi A2 bate recorde de autonomia para carros eléctricos

Publicado em 28 de Outubro de 2010 |

Um Audi A2, equipado com uma inovadora motorização eléctrica, alcançou um novo recorde mundial para automóveis eléctricos, ao percorrer nada menos que 600 km com uma só carga.

O Lekker Mobil, é um Audi A2 equipado com um novo propulsor eléctrico experimental, faz parte de um projecto de cooperação entre a lekker Energie e a DBM Energy, e apoiado pelo Governo alemão, necessitou de sete horas para cumprir a ligação entre Munique e Berlim, percorrendo 600 km.

“Se os jornalistas quiserem carregar o seu iPhone, ainda temos um pouco de electricidade”, desafiou o condutor, Mirko Hannemann, no final do percurso.

“Até agora, os veículos eléctricos apenas podiam percorrer entre 60 a 70 quilómetros sem recarregar. Por isso, este é um grande avanço tecnológico”, comentou o ministro alemão, que esteve presente na chegada do veículo a Berlim.

Para conseguir tal feito, o Lekker Mobil está equipado com uma bateria, denominada KOLIBRI AlphaPolymer, um polímero desenvolvido pela DBM Energy e que possui 97% de eficácia, podendo ser carregado em apenas seis minutos numa tomada de alta voltagem.
Mirko Hannemann, inventor desta tecnologia e condutor do modelo recordista, afirma que estas baterias serão mais baratas e eficientes do que as actuais, de iões de Lítio.

Hannemann acrescentou ainda que a sua empresa está pronta para produzir em massa as baterias com esta tecnologia.
Recorde-se que o governo da chanceler alemã Angela Merkel quer ver nas estradas até 2020 um milhão de veículos eléctricos. Esta tecnologia poderá dar um grande empurrão!

12 Responses to Audi A2 bate recorde de autonomia para carros eléctricos

  1. Vitor Santos says:
    Excelente noticia. Espero que não demorem muito a chegar ao mercado.
  2. Essiemme says:
    Eu não tenho palavras…

    Um avanço destes, neste curto espaço de tempo, até parece ser algo quase impossível.

    Resta saber se a Nissan quer “comprar” esta tecnologia, de forma a que o Leaf acabe com a “ansiedade da autonomia”…

    Está aberta a “guerra das baterias”…

  3. Vitor Santos says:
    Esta tecnologia deixa obsoleta a estrategia da renault de aluguer de baterias, pois com uma carga em 6 minutos não existe necessidade de troca de baterias. E o preço dos carros descerá.
  4. ruimegas says:
    Mas será que ninguém se apercebem duma sessão de “spam” feita muito bem pelos alemães (que não são nada burros diga-se de passagem).

    Se acreditam nesta noticia aconselho todos a esperar, mas quanto a mim vão ter de esperar mesmo muito até verem estas baterias imbutidas num VE que se comercialize. Chamo a atenção de que não foi a Audi que fez o teste.

    A Nissan pelo menos já vai assegurando que entre 2014/15 a bateria de mais de 300kms de autonomia estará a poder ser colocada no LEAF. Isso é uma realidade e não ficção como esta notícia, pelo menos para já. Claro que cada um acredita no que quer e é apenas a minha opinião. Só espero que à conta desta notícia todos os que reservaram o LEAF desistam para eu receber o meu mais depressa ;).

  5. VEpt says:
    Rui, porque é que esta notícia é spam?
    porque é que fará alguém desistir do Leaf? uma vez que não há informação sobre a sua comercialização?

    claro que não foi a Audi que fez o teste, apenas foi utilizado um audi, como poderia ter sido outro carro. Os responsaveís estão referidos na notícia.

  6. PETER says:
    Pelo que sei, o problema dos eléctricos não é a autonomia, pois já se encontram á venda viaturas com mais de 300 km de autonomia, o problema dos eléctricos é o tempo de carga das baterias isso sim é um problema a anular num futuro próximo, espero eu.
  7. ruimegas says:
    VEpt,

    Mal de mim querer por em causa a noticia, que acredito ser verdadeira tal como também é verdade que o recorde de condução eléctrica sem carregamento está já acima dos 1000 kms feito por uma equipa Japonesa ou chinesa (já não tenho a certeza). Para mim é “spam” porque não se vislumbra a sua comercialização e no entanto muitos comentários afirmam que irão esperar para o poder adquirir. Apenas pretendi alertar para a possibilidade, até porque à factores que permitem desconfiar da sua veracidade tal como o carregamento de 600 kms de autonomia a 90 kmh de média em 6 minutos. Terá de ter pelo menos 4 x a capacidade do LEAF (24 kw * 4 = 96 kw), carga rápida do LEAF 20 kw em 30 minutos a 50 amp DC 400 W, nova bateria = 6 minutos, alguém consegue acreditar nisto?

  8. VEpt says:
    Sim, o record é de mais de 1000km: http://www.veiculoselectricospt.com/record-de-autonomia-1003-km/

    no entanto não creio que essa tecnologia possa impedir algum tipo de sucesso do leaf ou outros que se lhe possam seguir num curto espaço de tempo. Se for verdadeira melhor, pois creio que todas as marcas poderão usufruir da tecnologia, uma vez que não é propriedade de nenhuma marca automóvel. Assim como não são as marcas as detentoras da tecnologia de baterias, associam-se sempre a um parceiro.

  9. ruimegas says:
    Estou completamente de acordo contigo VEpt. Oxalá as baterias de autonomia de 600 kms ou mais estivessem prontas a ser utilizadas e comercializadas, dessa maneira os veículos de combustão tinham os dias contados muito mais depressa. Só quis realçar alguma estranheza nos dados apresentados extraordinariamente bons (+ 600 kms ainda por cima numa média de 90 kmh e com carregamentos de 6 minutos) “Quando a esmola é grande o pobre desconfia”.
    Cumprimentos
  10. VEpt says:
    Pergunta: quanto tens o teu leaf?
  11. ruimegas says:
    Resposta: Melhor hipótese Fevereiro e pior Abril 2011
  12. António A. V. Dias says:
    Avançar na estrada vale mais que mil palavras

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *